quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Queria



Queria ir ao sol contigo, amor.
Mas tu não me perguntas.
Não imaginas o meu desejo de ir ao sol,
É forte, forte!
E eu não to digo amor.
E tu pensas que eu quero, gosto
De estar na terra.

14 comentários:

Apenas eu disse...

mas diz. diz o que queres o que gostas, o que não gostas, só assim consegues ter o sol na terra...

faz o que tens a fazer. por ti. ninguém nos adivinha. outras vezes nem se esforçam...

por isso não "querias" diz "quero".

beijos

A Palavra Mágica disse...

Cristina,

Quando o Amor não consegue entender o silêncio é preciso tentar de outra forma: gestos, palavras, pinturas. Enfim, tudo que possa mostrar ao outro que buscamos o caminho do Sol.

Beijos!
Alcides

Luís Filipe C.T.Coutinho disse...

Não se diz mostra-se na forma das mãos ...

beijos

tulipa disse...

Senão te pergunta pq não dizes tudo?
um abraço
tulipa

Morgana La Folle disse...

Bonito poema de palavras insólitas ("Mas tu não me perguntas"). Gostei tanto!
Obrigada pela visita, e também eu hei-de voltar aqui!

CrisTina disse...

Apenas eu,

Nem sempre querem ouvir o que temos para dizer...
Bjo

CrisTina disse...

Alcides,

Há atitudes que não se "pedem", apenas esperamos que aconteçam...
O amor também é assim!
Bjs

CrisTina disse...

Luís Filipe,

Tens razão, não é preciso falar, podemos apenas demonstrar...

Bjs

CrisTina disse...

Tulipa,
Às vezes cansamo-nos das palavras sem eco e sem retorno...
Bjinho

CrisTina disse...

Morgana,

Obrigada pela tua visita.
Gostei muito do teu reino.
Bjo

Apenas eu disse...

Cristina, voltei :)
nem sempre querem ouvir, mas nós dizemos na mesma. mais tarde, não nos podem dizer que nem sabiam desse sonho... afinal nós nem dissemos nada...
Resumindo, mais tarde, se a vida nos der outro rumo, ou nós dermos outro rumo á vida, podemos dizer, eu disse tantas vezes que queria ir ao sol contigo... agora? já fui...

Um grande beijinho Cristina.
(esta é apenas a minha opinião como é obvio e vale o que vale)

CrisTina disse...

Apenas eu,

Tens razão. Mas há surdos selectivos que só ouvem o que lhes é conveniente...
Bjinho

Aura disse...

Dá-lhe mão e mostra o caminho até ao sol, será que ele o conhece...


Um abraço de luz
Aura

Lavínia Matos disse...

Muito delicada e feminina a tua forma de escrever. Fiquei fascinada com a forma simples e doce como conseguiste dizer tanto. Parabéns.